Tipo Sanguíneo: WHY, EVOLUTION??

Alguma vez você já se perguntou o motivo de existirem tipos sanguíneos diferentes? Vamos lá.

O tipo sanguíneo é determinado geneticamente pela ausência ou presença de duas proteínas na superfície das hemácias: aglutinogênio B e aglutinogênio A. O plasma sanguíneo possui anticorpos contra determinados aglutinogênios: aglutinina anti-A e aglutinina anti-B.

Imagem

Sendo assim, se uma pessoa possui aglutinogênio A, não pode ter aglutinina anti-A; da mesma forma que se uma pessoa que possui aglutinogênio B, não pode ter aglutinina anti-B. Caso contrário, ocorrem reações que aglutinam as hemácias, provocando entupimento de vasos sanguíneos que comprometem a circulação, podendo levar a pessoa a morte.

É por isso que indivíduos de sangue O podem ser doadores para qualquer tipo sanguíneo, pois não possuem proteínas para causar coágulos. Porém, só pode receber sangue tipo O. E indivíduos AB são receptores de qualquer tipo sanguíneo, pois não têm restrição te anticorpos, e só pode doar para receptores do mesmo tipo sanguíneo.

Mas e o fator Rh?

É determinado pela ausência ou presença de um antígeno chamado Antígeno-D. Os indivíduos que possuem o Antígeno-D são Rh POSITIVOS, e os que não têm são Rh NEGATIVOS. Esse fator também é determinante na transfusão sanguínea:

ImagemImagem

Mas por que tipos diferentes?

Provavelmente a diversidade de tipos sanguíneos se deve à prevenção de infecções. Indivíduos tipo O são mais sensíveis à úlcera do que os demais tipos sanguíneos. Por outro lado, esse tipo sanguíneo carrega a vantagem evolutiva de não ser tão vulnerável a células infectadas por malária, que se aderem melhor em células com açúcar. O fato de incompatibilidade é basicamente um acidente da evolução. O sangue mais antigo, cerca de 3,5 bilhões de anos (antes da espécie humana ter evoluído), é o B, que se originou provavelmente de uma mutação genética que alterou um açúcar na superfície de uma hemácia. Logo, há aproximadamente 2,5 milhões de anos, mutações inativaram o açúcar da superfície das hemácias e, então, se originou o sangue do tipo O.

Os japoneses acreditam que o tipo sanguíneo de uma pessoa revela muito de sua personalidade. Leia essa informação aqui!

E os animais, possuem tipos sanguíneos diferentes?

Imagem

ImagemSim. Mas os grupos variam de espécie para espécie. Os cachorros possuem 8 tipos de sangue. Os gatos apenas três, e os cavalos cerca de 30! Mas o esquema de doação respeita a mesma ordem que a dos seres humanos: o corpo só aceita se houver compatibilidade. Para saber informações a respeito, clique aqui.

Para saber mais, visite SóBiologia Life’s Little Mysteries

Sobre Anita Burgan

Anita Burgan é uma bióloga que continua a cada dia mais fascinada com esse mundo que nos cerca. Gosta de escrever sobre aquilo que lê diariamente, principalmente assuntos relacionados à biologia e ao meio ambiente. Fã de uma generosa caneca de café (misturado com água, [estranho hábito que seus amigos reprovam]), de bons livros e de conversas aleatórias. Possui peculiaridades, como medo de louva-a-deus, adoração por pipoca com chocolate, além da capacidade de imitar a Marília Gabriela!

Publicado em abril 19, 2013, em Funny Time e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: